Festival Fartura Fortaleza 2016

Festival Fartura Fortaleza 2016

No último fim de semana, aconteceu na cidade o Festival Fartura Fortaleza na reinaugurada Praça das Flores. O evento veio diretamente de Minas Gerais e reuniu mais de 8 mil pessoas. Teve aula prática de culinária, chefs cozinhando ao vivo, aulas teóricas, quiosques de comida, shows, apresentações e muita coisa divertida.

Deixa eu te contar tudo!

Fui no sábado dia 21 e cheguei bem cedo, logo quando abriu, às 12h. Fui a pé, mas havia bastante vaga para estacionar na região. Já havia comprado meu ingresso com antecedência (R$15 revertidos que serão revertidos à instituições de caridade) e fui diretamente para a entrada. Recebemos o livrinho de programação e nos disseram pra pegar as pulseiras mais tarde, caso quiséssemos sair e entrar do evento (detalhe que o perfil o Facebook já havia me respondido afirmando que isso não seria possível, mas, pelo visto, eles mudaram de ideia).

Snapchat-6267619029103064804

20160521_144826

Pra começar, a praça está bem bonita. Vi areia e brita espalhadas por alguns cantos e algumas coisas ainda inacabadas, mas, no geral, estava bem legal: arborizada, com boas calçadas, banquinhos e playground. O calor, entretanto, estava de matar e as árvores não deram conta dos 30º e pouco vento daquele dia.

20160521_134128

Minha intenção era entrar na aula do Chef Ivan Prado, às 13h, e por isso pensei em almoçar cedo para então correr pra lá, já que só seriam disponibilizadas 16 vagas. Pois bem, fomos para a área Espaço Chefs e Restaurantes para escolher onde iríamos comer. Para comprar os pratos e bebidas, era preciso ir aos Caixas – eram muitos espalhados pelo evento e, em nenhum momento, vi filas gigantescas – e comprar fichas de R$1, R$5 ou R$10. Os preços das bebidas eram elevados: cerveja nacional por R$8 e as especiais (que, na verdade, era a Budweiser) custavam R$10. Não saiu barato beber cerveja por lá. Refrigerante custava R$5.

Depois de dar uma olhada, optei pelo Restaurante Angatu, de Tiradentes, que servia Cupim com vinagrete de feijão e purê de cebola. A família escolheu O Mar Menino, servindo Panelinha de Frutos do Mar e o Restaurante Ponte Nova de Recife, oferecendo Paella cordeiro com favas, linguiça portuguesa e charque desfiada, molho cítrico de iogurte e farofa crocante. Cada um custou R$25. O Cupim do Angatu era um prato razoavelmente bem servido, mas a Paella de cordeiro e a Panelinha de Frutos do Mar vieram numa quantidade insatisfatória. Porém, todos estavam deliciosos!

Snapchat-5078802230954344566

 

20160521_131126

A aula no Espaço Interativo do SENAC acabou atrasando, mas mesmo assim não conseguimos vaga. Porém, ficamos por lá observando e achamos muito legal! Acabei indo assistir a aula de Porco, cenoura e cachaça, com o chef Pedro Emílio, no Espaço Aulas SENAC. O áudio estava baixinho (e as crianças estavam animadas no parquinho ao lado) e não havia mais cadeiras pra se sentar, mas deu pra aproveitar.

No stand do Sistema Jangadeiro, estavam sendo distribuídas exemplares da Revista Vós, além de doces como cocada e quebra queixo, para meu delírio!

20160521_134435

Depois, passeamos pelo Espaço Lanches e acabei comprando uma Coxinha de Pato (R$10 e pequena) do aclamado chef Carlos Bertolazzi, apresentador do Hell´s Kitchen Brasil (que aliás, estava bem empolgado, andando pra lá e pra cá, falando com as pessoas e tirando bastante fotos), além de um Canoli de gianduia (R$5) da chef Nathália Gonçalves. Ambos estavam ótimos. O Espaço ficava ao lado do palco onde tocava uma maravilhosa orquestra!

Snapchat-5605905131760409490

Snapchat-5471558344381869246

 

Por fim, fomos ao Espaço Produtos e Produtores, que foi o que mais gostei. Lá, quiosques abrigavam produtores locais e nacionais, vendendo produtos maravilhosos. Era cada coisa gostosa que eu queria levar tudo! Batemos um papo com o Seu João Caracas sobre seu café de Guaramiranga e com a moça do Itatira Mel, onde compramos sachês de mel com cachaça. Também compramos uma deliciosa lata de Doce de Leite Mineiro da Majestic, que está há 40 anos no mercado, e é absolutamente delicioso. No Espaço, ainda havia cachaça cearense e mineira, doces mineiros, castanhas de caju, café, entre outras gostosuras.

20160521_142426 Snapchat-3784366396831347455

Fomos embora no meio da tarde, depois de incríveis momentos nesse evento tão bacana e organizado. E tenho que dizer que, se a praça tivesse totalmente aberta e com acesso a todos, teria sido mais legal ainda.

De toda forma, a gente agradece aos organizadores por trazer o Fartura pra cidade e por ter nos dado um sábado gostoso e divertido 😉

Fartura Fortaleza

 

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedintumblrmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *